17 setembro, 2016

Louvor e Adoração

Lendo sobre louvor e adoração, finalmente entendi a diferença dos dois, devemos louvar a Deus por aquilo que ele fez, faz e fará, lembrando dos seus grandes feitos, devemos adorá-lo por tudo aquilo que ele é, santo, majestoso, soberano.

Enquanto o louvor precisa de outros para ocorrer ou de pelo menos alguns instrumentos, adoração precisa de comunhão, tu e Deus! No louvor não precisa que a pessoa sinta a presença do Espirito de Deus, uma bela voz, notas bem cantadas não significam, presença divina! A adoração em si, é a própria presença de Deus, comunhão com o altíssimo. 

O louvor pode ser entoado por lábios, à adoração só existe se vier da alma! Muitos louvam sem nunca terem adorado, mas todo o que adora louva!

Graça e Paz,
Fernando Saraiva

A Lei da Semeadura

A lei da semeadura (Gálatas 6:6-9) não se refere a plantar dinheiro, investir no dizimo ou aplicar em campanhas e bolsas de valores das orações deterministas. A lei da semeadura, diz respeito às más e boas ações do homem, ao fato de plantarmos amor, ao invés de ódio, amizades no lugar de inimizades, serviço no lugar de preguiça.

Alguns versículos isolados, não fazem toda uma teologia, e muito menos metade de uma! Deus não vai abri as portas do céu por uma suposta fidelidade financeira, visível somente aos homens, Deus quer um conserto de alma e corpo (Malaquias 3:10-16) e não um mero ajuste financeiro, o gafanhoto devorador não é um espírito, mas sim um gafanhoto mesmo, Deus não falava a um indivíduo, mas a um povo!

Ser fiel é se apropriar da boa semente, e vai muito além da esmola dada diante dos homens para ser louvado (Mateus 6:1,2), plantar a semente, requer nascer da água e do espirito (João 3: 1-15), viver uma fé não fingida, uma boa consciência e um coração puro (I Timóteo 3: 1-5).

A lei da semeadura, não se relaciona a fazer voto, um propósito, que está mais para voto de tolo (Eclesiastes 5: 4-5), mas sim, em confiar naquele que faz a semente crescer (1Coríntios 3:6), mesmo estando no deserto.

Semear para Deus, vai muito mais além do que uma simples ação, ou ato de fé e esperança, semear para Deus se relaciona a aquilo que está no coração do homem (Lucas 6:45), e não somente na aparência exterior que homem apresenta (1 Samuel 16:7), para alcançar prestigio e status (Mateus 19.16-23).

Semear para Deus é saber que “ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. Habacuque 3:17-19.

Graça e Paz,

Fernando Saraiva

30 julho, 2016

O jardineiro e seu jardim

Eu Sou a videira, vós os ramos. Aquele que permanece em mim, e Eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim não podeis realizar obra alguma. - João 15: 5


Quem já cultivou um jardim sabe muito bem o trabalho que se tem. Todos os dias levanta-se bem cedo para regá-lo, a água tem que ser espalhada na medida certa, nem a menos ou mais…

Por vezes é necessário arrancar alguns galhos mortos que embora estejam nessa condição, impedem que a planta se desenvolva no seu tempo certo. Por vezes ainda é necessário arrancar plantas oportunistas que se infiltram no jardim, com a única finalidade de parasitar-lhe roubando-lhe energia, e a longo prazo provocando a sua morte.

O jardineiro experiente sabe muito bem que um jardim por mais que pareça bonito, que tenha suas plantas e gramas aparentemente sadias, elas podem esconder graves problemas em suas raízes, sendo por vezes ainda necessário descartar uma parte dele e reconstruir outra em seu lugar...

Quem já cultivou um jardim, sabe muito bem que são necessários poucos dias sem a presença do jardineiro experiente para que o jardim comece a perder sua beleza e vitalidade, mãos inexperientes começam a regá-lo em horários inapropriados, quando regam, não sabem distinguir a boa semente da má, os galhos secos dos vivos, as plantas do jardim das oportunistas, sua negligência faz com que as raízes sejam abaladas e o jardim comece a morrer lentamente...

Nessa história o jardineiro experiente é Jesus, que sabe a dosagem exata de água, sabe da necessidade de arrancar os galhos mortos, de arrancar as plantas oportunistas, reconstruir metade ou o jardim inteiro, que
sabe que há problemas que se escondem na raiz muito embora apresentem uma aparência saudável.

O jardineiro experiente se distingue dos outros jardineiros no trato com seu jardim. Assim como ele é ele deseja que o jardim seja... 

Que possamos alegremente saber que Cristo em sua soberania cuida de cada um de nós como o jardineiro experiente cuida de seu jardim, tornando-se um com ele. E mesmo que não entendamos certos processos de restauros que passamos, que podem até deixar cicatrizes em nossa vida, Cristo Jesus, sempre reconstrói para poder dar vida e vida em abundância!

Glórias ao criador por isto!
Fernando Saraiva


29 julho, 2016

Além da cabana de nossa alma!


Entretanto, Yahweh assegurou a Samuel: “Não te impressione diante da aparência nem da estatura desse homem, pois Eu o rejeitei. Eis que Deus enxerga não como o ser humano vê, porquanto o homem julga e toma em elevada consideração a aparência, mas o SENHOR sonda o coração.” - 1 Samuel 16:7

Você já parou para pensar como seria olhar para o nosso interior  com os olhos de Deus? Será que todo esplendor do nosso corpo, da nossa justiça, da nossa religiosidade passaria pelo crivo dos olhos daquele que nos sonda?

Algumas pessoas ao se converter ao Senhor, no sentido de estarem indo a uma igreja/templo, acham que a mudança que precisam ter se resume a aparência, acreditam ainda que a prosperidade é a fiel prova de que Deus Jeovah está com eles... Pobres almas, Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens! (1 Coríntios 15:19)

O rei David, não tinha todas as características esperadas de um rei, sua família era a menor de sua tribo, ele era o menor de seus irmãos, o mais moço deles, jovem, baixinho e franzino, o que se esperar de uma pessoa dessas? Ser rei? [Mas] Ele superou todas as falsas expectativas do profeta Samuel, que possivelmente esperava alguém com belo porte assim como o fracassado rei Saul.

David não mais como pastor de ovelhas de seu pai, mas agora na condição de rei em Israel, não teve por Deus, nenhum de seus pecados ocultos não revelado, foi mau pai, um marido ruim, adúltero e homicida, logo ele a quem o senhor chamou de "o homem segundo o coração de Deus"!

Muitos foram aqueles que abandonaram a David quando este perdera o seu prestígio no reino, seu nome virou escárnio e chacota, poucos é verdade permaneceram fiéis a ele, isso lembra alguém?

David em muitos elementos de sua vida tipifica uma espécie de Cristo, rejeitado pela aparência, traído pelos seus irmãos e amigos, mas que retornou[retornará] no esplendor da glória de seu Deus.

Muitos aspectos similares podemos encontrar entre eles, assim como a David, muitos esperavam o Cristo de Deus como sendo, um messias guerreiro, bravo, um libertador glorioso em status, aparência e poder, mas, foram surpreendidos pela simplicidade e sabedoria de um homem que nasceu em um estábulo e que não tinha aonde reclinar a cabeça, Jesus foi além da aparência, ensinando aos mestres e doutores da lei como sendo e tendo a autoridade devida de quem conhecia o Pai.

O rei David representa um homem que mesmo segundo o coração de Deus ainda carece de graça, carece de Deus... Jesus é a própria corporificação da graça de Deus. Ambos ao seu modo e a seu tempo, nos dizem muito sobre o perfil da testemunha fiel do criador.

A nossa aparência externa pode até está bem ornamentada, mas o Criador vê além, ele não esconde nossas falhas, fraquezas, nossas paixões, mas faz com que nelas encontremos a verdadeira fé, paz e vida que só o Senhor Deus tem e preparou para os seus eleitos!

Que possamos fugir da aparência do corpo desta vida, e nos aproximemos confiantemente a Cristo nosso redentor, em fraqueza, em verdade, em sinceridade e em espírito! Um coração humilde e quebrantado vale muito mais do que mil casas do tesouro do rei mais rico do mundo.

Que Deus em Cristo seja glorificado sempre, Amém!
Fernando Saraiva

LinkWithin -

Related Posts with Thumbnails